Frei Chico no programa de Rolando Boldrim

===>> http://tvcultura.cmais.com.br/srbrasil/rio-sao-francisco-por-frei-chico-sr-brasil-21-07-2013


- É triste ver o grande rio São Francisco morrendo, sem revitalização e sem amor: -

O melodia e letra, da autoria de Josino Medina e frei Chico, remetem a versos do domínio público. -

     Segue o texto completo:   -->

"SÃO FRANCISCO FRANCISCANO"

Lá do céu é vem caindo três raminhos de fulô

O do meio vem dizendo: Este rio é meu amor

É meu amor, o do meio vem dizendo

Lá do céu é vem caindo três raminhos de fulô.

 

Todo verso que sabia, veio o vento e carregou

no caminho dessas águas muita gente acordou.

Gente acordou no caminho dessas águas

Todo verso que eu sabia, veio o vento e carregou.

 

Rio abaixo, rio acima, numa barca enfeitada

O pouco com Deus é muito, e muito sem Deus é nada.

Sem Deus é nada, o pouco com Deus é muito.

Rio abaixo rio acima, numa barca enfeitada.

 

Quando eu cheguei na Lapa, Avistei a santa Cruz

da Lapa saí chorando com saudade do bom Jesus.

Do bom Jesus, da Lapa saí chorando.

Quando eu cheguei na Lapa, avistei a santa Cruz.

 

O pacu, a piapara, matrichã e surubim,

Nosso rio tão sagrado não pode morrer assim

Morrer assim, nosso rio tão sagrado,

O pacu, a piapara, matrichã e surubim.

 

S'eu soubesse escrever nágua, tudo certo e sem defeito,

O meu rio escrevia no caderno do meu peito.

E no meu peito o meu rio escrevia

S'eu soubesse escrever nágua tudo certo e sem defeito.

 

São Francisco franciscano, ora largo, ora fino,

suas águas vão levando minha vida, meu destino.

O meu destino suas águas vão levando

São Francisco franciscano, ora largo, ora fino.


Em cima daquela serra, tem um ninho de saracura.

Jacaré andou dizendo: Água pura é cultura.

Água é cultura, jacaré andou dizendo.

Em cima daquela serra, tem um ninho de saracura.


Todo verso que eu sabia, veio o vento e carregou

No caminho dessas águas, muita gente acordou .....